Senac

Minas Gerais






Buscar
Notícias


Senac leva conhecimento da cozinha mineira ao Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes


Evento, que ocorre de 18 a 27 de agosto, contará com palestras e oficinas gratuitas da instituição, além de cursos e debates sobre processos de produção e um tuk-tuk gastronômico
 
Entender os processos produtivos e como é possível levar a experiência dos preparos feitos em Minas para outras regiões do país. Essa é a proposta do Senac para o 20º Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes, que acontece entre os dias 18 e 27 de agosto. O evento contará com aulas show, espaço interativo e cozinha ao vivo, além de almoços e jantares temáticos promovidos dentro do 6º Fórum Senac – Gastronomia e Cultura.

Nesta edição serão apresentadas ao público as novas etapas do projeto “Primórdios da Cozinha Mineira”, realizado pelo Senac. O projeto visa mapear, resgatar e preservar os hábitos, técnicas e produtos alimentares que existiam desde os primeiros habitantes do estado, e é realizado como atividade de extensão juntamente com os alunos do curso de graduação tecnológica em Gastronomia da instituição. Além disso, o “Primórdios da Cozinha Mineira” está também em sintonia com o tema do festival, valoriza a gastronomia mineira e a receptividade da população.

Vale ressaltar que o festival também mostra as potencialidades econômicas de Minas Gerais. O estado é o maior produtor e exportador de café do Brasil e do mundo, o segundo estado com mais produtos com certificado de origem e procedência, além de mais de 400 mil agricultores familiares cadastrados
 
Relevância da culinária mineira
Todo esse retrospecto positivo, tanto em potencial econômico quanto em histórico e social, faz com que a culinária mineira seja valorizada e reverenciada no país. Para a coordenadora geral do projeto Primórdios e especialista em pesquisas gastronômicas do Senac em Minas, Vani Pedrosa, a participação da instituição no Festival de Tiradentes irá além da gastronomia mineira, englobando também os processos produtivos, desde a origem da matéria-prima até a conclusão do prato. “Minas Gerais conseguiu fazer a preservação de sua cozinha, com o saber que passa de pai para filho. Entretanto, precisamos desenvolver uma forma de levar esse conhecimento aos centros de estudo”, afirma.

A ideia, com isso, é promover um resgate da história da gastronomia mineira e aperfeiçoar os saberes para que seja possível aplicar os processos com novos produtos. Vani Pedrosa destaca que esse é um passo importante para que a cozinha mineira seja cada vez mais reconhecida. “Cozinhas que trabalham com ingredientes e combinações diferenciadas estão tomando lugar no mundo. Queremos trazer também essa ideia para a cozinha mineira”, salienta. Ela explica que o público do evento poderá conferir, nos espaços do Senac, a gastronomia mineira em sua completude. “Vamos apresentar combinações e harmonizações em todas as refeições do dia, do café da manhã à ceia e desde a entrada, bebidas, pratos principais e sobremesas”.

O gerente de produtos de Turismo, Hospitalidade, Lazer e Produção do Senac, Hans Eberhard Aichinger, avalia que a parceria da instituição com o festival é fundamental para fortalecer a imagem gastronômica do estado com o público e mostrar sua potencialidade. “Nossa ideia é fazer com o que o visitante, os moradores e a comunidade acadêmica envolvida entendam que é possível converter itens simples do dia a dia em produtos da alta gastronomia, sem perder suas características”, afirma.
 
Tuk-tuk gastronômico é o destaque da edição
Um dos atrativos da programação do Senac, conforme Hans Aichinger, será o tuk-tuk gastronômico. O veículo, muito popular em países da Ásia, percorrerá as principais ruas de Tiradentes e levará a experiência de uma refeição completa aos participantes do festival. “Em cada volta do veículo, serão selecionadas duas pessoas que participarão de uma refeição preparada, tendo por base alguns ingredientes dos primórdios da cozinha mineira”, explica o gerente. Entre eles, estão queijo do Frei Rosário, hidromel do Caraça, horta dos primórdios com taioba e ora-pronóbis e a farinha de inhame.

A proposta é que o público possa vivenciar um serviço de alta gastronomia, desde a chegada ao restaurante até a saída. Para isso, será montada uma mesa com diversos pratos, copos e talheres, para que os participantes tenham a experiência completa.
 
Plantas Alimentícias não Convencionais
A participação do Senac no festival também contempla a apresentação das Plantas Alimentícias não Convencionais (PANCs) e o seu uso na gastronomia mineira. Taioba, ora-pronóbis, bertalha, beldroega e picão preto compõem o pilar Horta Histórica do projeto “Primórdios da Cozinha Mineira” e serão utilizados em pratos da Cozinha ao Vivo e no Espaço Aulas do Senac. “Esses ingredientes eram utilizados na alimentação há 250 anos e deixaram de ser consumidos em algum momento da nossa história, principalmente em função da globalização e industrialização. Hoje, quase um terço do nosso bioma pode ser consumido, mas dificilmente encontramos todas as opções em mercados. São vistas facilmente no interior. Com o projeto, estamos devolvendo à cultura mineira essa forma tradicional de se alimentar”, ressalta Hans.
 
Programação educacional e gastronômica
O Senac preparou para a 20º edição do Festival de Tiradentes uma vasta programação educativa e gastronômica com o intuito de promover os sabores e as tradições da cozinha mineira. Ao todo, quatro espaços receberão oficinas, aulas demonstrativas e momentos de degustação preparados pela instituição.

Na Praça da Rodoviária, a Cozinha ao Vivo receberá os chefs que prepararão releituras contemporâneas de vários pratos famosos da culinária mineira. O evento também acontece na Praça das Vertentes, proporcionando ao público a experiência de acompanhar famosos preparos da cozinha de Minas.
Quem estiver em Tiradentes também poderá acompanhar, no Largo das Forras, denominado Praça do Conhecimento, o Espaço Aulas e o Espaço Interativo. Enquanto o primeiro é destinado a aulas teóricas e demonstrações de preparos e degustações, no segundo o público poderá colocar a mão na massa, sob a supervisão de renomados chefs brasileiros.

Já na Pousada Senac Tiradentes, os visitantes contam com uma programação formada por aulas demonstrativas e palestras ministradas pelos chefs convidados. Para participar de todas as oficinas e workshops, é preciso fazer a inscrição no local de cada evento, obedecendo a ordem de chegada dos interessados. A participação é gratuita e todos os eventos são supervisionados por chefs e pelos alunos do Senac.
 
 
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DAS OFICINAS E PALESTRAS COM OS CHEFS DO SENAC
 
*COZINHA AO VIVO – PRAÇA DA RODOVIÁRIA
19 de agosto, sábado, às 12h – Chef Laurent Prous: Tranditrem
20 de agosto, domingo, às 15h – Chef Igor Serraviti: Bolinho de torresmo recheado com queijo curado
27 de agosto, domingo, às 15h – Chef Mauro de Paula: Couscous de quirera com nacos de porco e sabores do cerrado
 
*COZINHA AO VIVO – PRAÇA DAS VERTENTES
20 de agosto, domingo, às 11h – Chef Igor Serraviti: Costelinha de porco com mamão verde
20 de agosto, domingo, às 14h – Chef Laurent Prous: Frango com quiabo moderninho
25 de agosto, sexta-feira, às 22h – Chef Ronie Peterson: Barriga de porco crocante com cromesquis de PANCs
 
*ESPAÇO AULAS – LARGO DAS FORRAS: 40 PESSOAS
19 de agosto, sábado, das 15h30 às 16h15 – Chef Michel Abras: Boteco PANC: Tira-gostos com plantas não convencionais
26 de agosto, sábado, das 13h às 14h15 – Chef Marcus Vinícius Carvalho: Acarajé das Gerais
27 de agosto, domingo, das 10h às 11h15 – Chef Josiane Andrade: Dos Primórdios à Itália
 
*ESPAÇO INTERATIVO – LARGO DAS FORRAS: 16 PESSOAS
19 de agosto, sábado, das 10h às 12h – Chef Igor Serraviti: Itália Mineira: Massa com carne de lata e queijo curado
26 de agosto, sábado, das 10h às 12h – Chef Laudinei Tadeu do Carmo: Cozinha Mineira: Dos primórdios até a atualidade
 
*AULA – POUSADA ESCOLA DO SENAC: 60 PESSOAS
20 de agosto, domingo, de 11h às 11h45 – Chef João Victor Bertolloti: Caldo de milho verde com PANCs
20 de agosto, domingo, de 12h às 12h45 – Chef João Victor Bertolloti: Barriga de porco recheada com polenta e queijo curado
27 de agosto, domingo, de 11h às 11h45 – Chef Laudinei Tadeu do Carmo: Sushi dos primórdios
27 de agosto, domingo, de 12h às 12h45 – Chef Fernando César: Ambrosia e sua origem nos conventos